• Camila Fabro

Um ano de AVC...

Daqui a alguns dias farei um ano de AVC. Uma data que posso comemorar ou ficar triste. Mas resolvi comemorar porque sempre fui doida. No dia 14/05/19 minha vida mudou para sempre. Eu que sempre saía nos finais de semana, me vi sozinha em casa, sem cerveja, sem cigarrinho e sem amigos. Aliás a maioria dos amigos mudaram, e vieram outros, muitos que passaram pelo o mesmo que eu e me entendem mais.



A minha idade mental também mudou, eu me aproximei de idosos e crianças, estas porque assim como elas eu tive que reaprender muita coisa, aqueles porque tenho os mesmos problemas de saúde e dificuldades perante a nova vida. Eu também tenho uma outra visão perante os deficientes físicos, porque eu nunca me esquecerei que já fui uma (a calçada nunca mais será a mesma). Se antes eu os tratava bem por educação, hoje sinto muito mais empatia e sensibilidade. Aliás, o que falta de sensibilidade na pele, transborda no emocional. (Choro assistindo BBB!) O meu paladar também mudou, não sinto o gosto de quase nada, a comida é insossa assim como os meus antigos sonhos que tiveram que ser substituídos em decorrência dos meus problemas de saúde. Porém, aconteceram umas coisas esquisitas: eu perdi boa parte da minha memória, mas não esqueci minhas verdadeiras paixões: a literatura, o teatro e a língua francesa. Foram elas que me salvaram do tédio, do desgaste e da depressão. Também aprendi a amar o meu lado sequelado e com isso hoje eu me amo mais... Aprendi que sou forte aceitando a minha vulnerabilidade. Nem tudo são flores, é difícil se adaptar a um cérebro novo. Mas me apego a essas conquistas e assim passou um dia de cada vez até que chegou a um ano.

#sequelas #olhares #neurosuperação #desmiolada #strokesurvivor

69 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Faça parte da minha lista de emails
  • Facebook Black Round
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

Curitiba | Paraná | Brasil

camiladesmiolada@gmail.com